segunda-feira, junho 29, 2009

^_^

sábado, junho 27, 2009

Até sempre

A morte de Michael Jackson é tão trágica como surpreendente. Acho que ainda não tomei consciência dela. Prefiro continuar a pensar que Michael Jackson não está morto. Que somente tenha deixado o corpo que sabíamos lhe era tão pouco confortável e mudou para um outro lugar onde ele possa ser a pessoa perfeita sempre que se olhe ao espelho, enfim, onde seja feliz. Por aqui ele sobreviverá para sempre na sua música e continuará, como ele fez durante a sua vida, a inspirar muita gente na música e a fazer uns passos de dança um bocadinho estranhos. Longa vida, MJ!

terça-feira, junho 23, 2009

Uau: O NUNO EIRÓ LEVOU UM TIRO!

... De pressão de ar. As vedetas estrangeiras levam com balázios de sig sauers, barettas, rifles, shotguns e o camandro e nem têm tempo para resmungar, o nosso Eiró leva com uma chumbada de pressão de ar e fazem logo capa do Correio da Manhã. Até nisto somos pobrezinhos.
Bom, a parte irónica da notícia é que ele passa meia-hora das suas manhãs a gozar com situações destas no programa da "nossa senhora".

quinta-feira, junho 18, 2009

Esta cena dos huevos rotos definitivamente não é para mim

Uma das coisas que nunca entenderei nesta vida é uma frase inteira dita pelo Vasco Pulido Valente. Outra é a gastronomia espanhola. Esta só tem a agravante de o “não ter que a gramar” ser sequer uma opção. Refiro-me a um português como eu que está em Madrid em trabalho e tem pouco tempo livre para procurar locais decentes para comer – e refiro-me aqueles que não se limitam a servir entradas ao preço de prato completo, vulgo tapas. Ok, sempre há os restaurantes para estrangeiros que não incluam os enchidos na sua dieta diária. Mas nem aqueles escapam às misturas difíceis de entranhar - às vezes mais na mente que no estômago, é certo. Ainda ontem ao jantar serviram-me uma posta de salmão grelhada com batata frita e o meu almoço foi despachado com uma sandes de atum e... pimento. Podia ter sido tomate, mas aí já não seria tão surpreendente, pois ainda nessa mesma manhã tinha visto uma madrilena a fazer de uma torrada barrada com tomate cru, e completamente ensopada em azeite, o seu pequeno-almoço.

quarta-feira, junho 17, 2009

It's a bird, it's a plane... No, it's SuperCat!

terça-feira, junho 16, 2009

Porque ter sempre razão também cansa

sexta-feira, junho 12, 2009

Uma vida em cheio na capa do novo "best-of" dos Blur

terça-feira, junho 09, 2009

Qual nitroglicerina... o flúor é que é da cena!

Aprendi hoje que é preciso viajar de avião para ficar a saber que uma pasta dentífrica é potencialmente mais perigosa que uma lâmina de barbear. Passo a explicar. Como fiz de conta que desconhecia as novas regras aplicadas às bagagens de cabina, decidi arriscar e levar comigo os normais utensílios de higiene de viagem. Quando chego aquele momento embaraçoso de alguém do controlo de segurança chamar-me à parte para me questionar se pode “revistar o interior da mala”, eu ainda tive o cuidado de perguntar: "É a lâmina?". O segurança retira uma embalagem de pasta de dentes da minha mochila e diz: "Não, é isto!". E mostra-a ao colega do "raio-X". Olham para mim com um certo ar incriminador e um deles diz: “Tem alguém a quem deixar isto?” Fiquei confuso. Por momentos pensei na hipótese remota de ter percebido “Onde comprou isto?” ou na hipótese macabra de que eles estariam a prever que o avião, onde iria entrar uns minutos depois, teria a mesma sorte do outro da Air France e estavam a solicitar que deixasse qualquer coisa de interessante como herança. Mas, nada disso, em segundos, entendi a triste sina da minha letal pasta de dentes do LIDL.
Bom, pelo menos desta vez não tive que tirar os sapatos.

domingo, junho 07, 2009

Lição do dia: nunca, mas mesmo nunca, se deve dar bicadas numa tromba sem esperar certas represálias

segunda-feira, junho 01, 2009

Amor à primeira vista

Casal improvável: Bruno + Eminem. Ou não.