quarta-feira, março 26, 2014

Proença wins

Não sei se é, como já lhe chamaram, o melhor árbitro do mundo, do país ou da rua dele, mas alguém com uma postura tão descontraída quanto responsável, num mundo sisudo e pseudo-machista como é o do futebol, não deve mesmo deixar de ser bem louvado.


segunda-feira, março 24, 2014

Tremors



A música do produtor britânico a viver actualmente em Viena, SOHN, não é fácil de catalogar. Pode-se induzir em erro ao enquadrá-la num subgénero do downtempo. No fundo, e sobretudo depois de ouvir o “debut” (a sair no próximo mês, via 4AD) deste artista, associamo-la mais ao R&B do que propriamente ao IDM.

Há mesmo muito soul e muitas emoções em jogo neste belo “Tremors”, que enriquecerá por certo qualquer discografia. Uma das grandes promessas de 2014 não fica mesmo nada mal entre outras duas referências do mesmo ramo: James Blake e Jamie Woon.  

sábado, março 22, 2014

Quase a estrear


domingo, março 16, 2014

Fazendo a festa da enguia... das outras

Domingo, 16 de Março de 2014, estamos nos últimos minutos do nosso almoço ao mesmo tempo que assistimos ao início daquele programa de variedades patrocinado pelas chamadas dos telespectadores da TVI. Desta vez, em directo da "Festa da Enguia" (ou da "Rainha do Tejo") em Salvaterra de Magos.

Diálogo entre os apresentadores Nuno Eiró (NE) e Mónica Jardim (MJ), com a participação de um senhor desconhecido (SD) que é dono de um restaurante da região - o primeiro estava em cima de um palco rodeado por centenas ("milhares"?) de pessoas, a segunda e o terceiro estavam sentados junto a uma mesa repleta de pratos de enguias:
(...)
MJ: Então diga-me lá o que é que me recomenda para começar? Uma enguia grossa ou assim mais fina?
SD: :|... Hummm... Talvez a grossa, pois...
MJ: Olha Eiró, vou começar pela grossa!
SD: :|
NE: Oh filha se vais começar pela grossa nunca mais vais querer uma fina... 
Vá, mas conta lá tu também como foi a tua primeira experiência com a enguia?
MJ: Enguias destas nunca comi.
SD: :|
NE: DESTAS!?


quinta-feira, março 13, 2014

So I turned on a picture show




(Angel Olsen)

domingo, março 09, 2014

Future Islands - Portugal is waiting for you (but we wait seated)



Não quero tirar o mérito às contratações já anunciadas para os nossos próximos festivais de verão - sobretudo os Portishead no Marés Vivas, JT e os Arcade Fire no RiR, Erlend Øye e os Tame Impala que voltam ao SBSR, os The War on Drugs (excelente novo album), Parquet Courts, Elbow (outro belo novo disco acabadinho de sair), Daughter e mais alguns no Alive, a pop a invadir Paredes de Coura com os Chvrches e os Cut Copy e praticamente todo o cartaz do Primavera – mas eu gostava que anunciassem algo (ainda) mais arrojado. Uma banda mesmo desconhecida do grande público, mas que depois da sua actuação, ficássemos todos verdadeiramente surpreendidos e profundamente comovidos – mesmo quem já se tenha surpreendido e comovido antes com eles.
Provavelmente estou enganado e seria um completo desperdício, porque uma banda destas nunca conseguirá ser devidamente apreciada por entre copos com amigos e pelas euforias típicas de um festival de verão. Tragam então os Future Islands a uma das nossas mais modestas salas de espectáculos. Sejamos então poucos a emocionar-nos, mas emocionemo-nos em condições e deixem o Sam Herring fazer o mesmo!
A propósito, até o próprio David Letterman que apresenta quase-épicas actuações todas as semanas mas ainda assim, desta vez, a avaliar pelo seu surpreendente nível de entusiasmo, parece querer mesmo dizer: “já apresento esta merda há mais de 30 anos e finalmente apareceu-me algo genuinamente encantador!”.

terça-feira, março 04, 2014

Ninguém leva a mau, mas eu levo 50 euros, tá?