segunda-feira, outubro 17, 2011

Do grotesco


Assumir que as nossas diferenças, desigualdades e desejos sexuais não são assentes apenas nas características fisiológicas ou do inconsciente, deslocando-os da natureza e reconhecendo-os na sociedade, demanda um exercício de revisão profunda da moralidade ocidental na qual estamos inevitavelmente submersos.


A pornografia e o grotesco evocam um prazer específico: o prazer da confusão de valores e padrões, da transgressão estética e sexual. O prazer de colocar em cena aquilo que se pressupõe que estivesse “fora de cena”*.

* “Obsceno” deriva do latim “scena”, significa o que deveria estar “fora de cena”

Isto e muito mais na edição zero da nova e interessante revista (in)visível. Este número é exclusivamente dedicado à pornografia.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home