terça-feira, junho 09, 2009

Qual nitroglicerina... o flúor é que é da cena!

Aprendi hoje que é preciso viajar de avião para ficar a saber que uma pasta dentífrica é potencialmente mais perigosa que uma lâmina de barbear. Passo a explicar. Como fiz de conta que desconhecia as novas regras aplicadas às bagagens de cabina, decidi arriscar e levar comigo os normais utensílios de higiene de viagem. Quando chego aquele momento embaraçoso de alguém do controlo de segurança chamar-me à parte para me questionar se pode “revistar o interior da mala”, eu ainda tive o cuidado de perguntar: "É a lâmina?". O segurança retira uma embalagem de pasta de dentes da minha mochila e diz: "Não, é isto!". E mostra-a ao colega do "raio-X". Olham para mim com um certo ar incriminador e um deles diz: “Tem alguém a quem deixar isto?” Fiquei confuso. Por momentos pensei na hipótese remota de ter percebido “Onde comprou isto?” ou na hipótese macabra de que eles estariam a prever que o avião, onde iria entrar uns minutos depois, teria a mesma sorte do outro da Air France e estavam a solicitar que deixasse qualquer coisa de interessante como herança. Mas, nada disso, em segundos, entendi a triste sina da minha letal pasta de dentes do LIDL.
Bom, pelo menos desta vez não tive que tirar os sapatos.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home