quarta-feira, outubro 27, 2010

Phaeleh


De novo, a música electrónica. Para os especialistas da "cena", o verdadeiro dubstep e derivados (2step, uk garage, grime, ...) deverá ser essencialmente frio e inflexível e o outro lado, um dubstep mais emocional, só se reconhece (ou neste caso até, literalmente, nem por isso) uma cara: Burial. Portanto, pouco me admira que nomes como Pariah, Synkro e Phaeleh sejam tão pouco divulgados.
Dos dois primeiros, já há por aí algumas provas evidentes de como estamos perante uma certa injustiça. Quanto a Phaeleh, ao lançar o seu segundo LP esta semana, tornou-se, na minha opinião (óbvio), num dos melhores produtores contemporâneos de música electrónica.
"Fallen Lights" é um disco onde se demonstra a versatilidade de um DJ inteligente, que tanto aposta nas tendências mais revivalistas e melódicas do chillout como no lado mais purista do dubstep. É justamente nos momentos em que estes extremos se tocam, que o resultado se torna verdadeiramente surpreendente. Junta-se a isto, as vozes femininas e vários pormenores de instrumentos de cordas para tornar tudo ainda mais encantador, relaxante, atmosférico e misterioso, para além de fazer da sua audição - de preferência via headphones - uma experiência única e arrebatadora.

2 Comments:

Blogger O Puto said...

Uma agradável surpresa.

8:59 da tarde  
Blogger agent said...

:)
Pois é. Também estou a torcer para que ele alcance reconhecimento fora do circuito dos espaços onde este género de música mais se ouve; ou seja, muito para além de Bristol.

3:41 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home