sábado, setembro 05, 2009

O Freud explicou isto

Há fases da nossa vida em que vivemos num estado perfeito de inconsciência. Isto deve-se ao facto de alguém ou algo ter entrado por ela adentro e nós não estarmos devidamente preparados para o receber. Até que recuperemos o controlo da realidade, limitamo-nos a viver só em função dessa nova experiência e tudo o resto, aparentemente, passou a funcionar em sistema de “piloto automático”. Aparentemente.

2 Comments:

Blogger Cláudia Abreu Antunes said...

Hás-de-me emprestar esse livro… tem-lo?
Quer-me parecer que o deveria ter lido...

2:12 da manhã  
Blogger agent said...

Isto veio do livro da vida. O mesmo que nos diz que só há dois tipo de pessoas: as que têm uma enorme capacidade de amar e as que se limitam a transferir um pouco da sua infelicidade para o outro lado da barricada.
Estes dois tipo de pessoas não deviam misturar-se.

6:40 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home