terça-feira, abril 26, 2011

Não há teorias que justifiquem a irracionalidade

A teoria de que as pessoas discriminam porque também foram discriminadas pode-se aplicar ao caso da transexual espancada por duas raparigas negras no McDonald’s de Baltimore, EUA?
Talvez faça mais sentido aplicá-la mais genericamente, como aos resultados do referendo sobre a Proposition 8 (que, por outras palavras, negava o acesso ao casamento civil aos casais do mesmo sexo), que foi aprovada com 52% dos votos e contou com o apoio de 2/3 dos votos da comunidade negra.
Neste caso da transexual, conseguimos ver os rostos da intolerância e parece-me tão difícil explicar tanta raiva exercida sobre um ser humano só pelo facto de ser diferente, quanto mais aplicar-lhe qualquer teoria.
Ainda assim, nunca nos podemos esquecer que as leis de Jim Craw, que excluíam de certos direitos básicos todos os "cidadãos americanos" não-brancos, vigoraram nos EUA até 1965...
Seja como for, qualquer teoria que sirva para explicar as intolerâncias de minorias perante outras minorias, só servirá mesmo para isso: explicar. Jamais pode servir de desculpa.

2 Comments:

Blogger HS said...

Confesso que a mim tamb+em me impressionou visualizar o video...

O que é que pode justificar tamanho acto bárbaro?

Podem-se conseguir 1001 argumentos válidos mas por vezes as pessoas cometem determinado acto porque sim!

Espero que as miúdas sejam duramente condenadas (espera-se que sim se for considerado um crime de ódio) e que durante a estadia na prisão/centro de reabilitação consigam apreender a importância da diferença (ou não - o que é mais provável)...


Abr,

3:57 da tarde  
Blogger agent said...

E esse "apreender a importância da diferença" (e saber respeitá-la) pode começar por um acto tão simples, como observar a sua imagem reflectida no espelho...
Abraço.

2:23 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home