quarta-feira, novembro 21, 2012

Prima de Cristiano Ronaldo a full-time, concorrente de reality show a part-time, sub-espécie de namorada marota nos tempos livres





 
  

As redes sociais revelam tudo, inclusivé o lado mais picante e o lado mais sombrio de cada um dos seus participantes. Ninguém sai ileso desta recente forma de socialização.

 Não, não gostas, Tracy.

Tudo começa com uma inocente troca de mimos mas depois a coisa, mais dia menos dia, começa a descambar para a pornografia doméstica. Ora mando-te uma “pic” da minha “waxed pussy”, ora manda-me uma foto do teu “dick” – assim mesmo em inglês, os orgãos são luso-descendentes, mas o fenómeno é global. “Está mole”? Deixa lá que eu te vou entretendo com a minha colecção de cuequinhas com florzinhas e porquinhos.






 
Até que não virá grande mal ao mundo começar a partilhar, mesmo que por meios virtuais, a sua intimidade com a “cara-metade”. O pior é que não é só isso. Nunca é só isso.
O que se destaca ao longo daquela espécie de diálogo e daquelas sessões de pseudo-erotismo “da cueca colorida” é uma perigosa falta de auto-estima, de uma parte, e uma grandessíssima filha-da-putice, da outra – sim, porque este material não “leaka” na net por milagre.
Pronto, é esta a parte desagradável da brincadeira. De resto, depois de exemplos como este, já ninguém pode acusar estes jovens de hoje em dia de não se “entregarem” muito nas suas relações.

2 Comments:

Blogger faa m. said...

Não podia ser muito melhor senão não ia para o programa que foi.

1:48 da tarde  
Blogger agent said...

No fundo, é isso, nivelando-se pela mesma fasquia, merecem-se todos uns aos outros

5:26 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home