quinta-feira, janeiro 20, 2011

O Presidente perfeito é... (VI)

... eleito através do verdadeiro voto de protesto e nunca - como lhe chamam, quem gosta de subvalorizar gente incómoda e que vem do povo - no "Tiririca Português". Assim explica, e muito bem, Pedro Viana:
José Manuel Coelho pode não ter uma mensagem articulada de mudança, pode não ter respostas, pode não ter um sistema político e económico-social alternativo, pronto-a-servir, mas não duvidem que uma grande votação em José Manuel Coelho será sentida como um pontapé-nos-ditos pelo sistema e pela oligarquia que o domina. Muito mais do que uma elevada abstenção, ou votos em branco. Alguém imagina os poderosos preocupados com algo tão passivo como ficar em casa (se calhar foram passear...), ou tão inócuo como votar em branco (sabe-se lá, até podem ser alguns católicos fundamentalistas descontentes com o Cavaco...)? Mas não vão ficar indiferentes a uma votação significativa em alguém tão desbragadamente populista e anti-sistema como José Manuel Coelho, ainda por cima auto-intitulado de comunista, ainda por cima ardina, ainda por cima com um belo sotaque madeirense.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home