segunda-feira, maio 23, 2011

Uma raça apurada


Incrível: os islandeses GusGus existem desde 1995. Desde esses tempos áureos em que o old-school house e o synth pop começavam timidamente a dar as mãos, que pouco mais se ouviu falar sobre eles. Mas o certo é que eles têm editado algum material. Pouco e, na maioria, desinteressante, mas têm.
Entretanto mudaram para a editora mais (re)conhecida no mundo techno - Kompakt - e a evolução há muito procurada parece-me evidente. Enquanto a electrónica domina e é vencedora, o acordeão e o banjo aparecem, piscam o olho a outras tendências, e erguem a taça.
Vindo de quem vem, depois de todos estes anos, a surpresa não podia ser maior ou não fosse Arabian Horse - para além de uma das mais bonitas raças de cavalos - um dos mais interessantes trabalhos que a música de dança viu nascer este ano.

Over

Changes Come

Blenched

1 Comments:

Blogger Daniel J. Skråmestø said...

É tão bom!

9:13 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home